As laranjas

A proximidade da primavera trouxe uns dias mais soalheiros para nos fazer rir do inverno, mas nós não nos deixamos enganar. As laranjas estão boas e agradecemos aos dias de sol a casca doce e dura que as laranjas, e já agora os limões, nos dão. Ontem fui apanhar mais de dez quilos de laranjas e uns belos molhos de grelos.

A pensar nas laranjas, começamos o jantar com pão, azeitonas com ervas e laranja e enchidos da dona Octávia que também estão no ponto depois das recentes matanças.

Usámos o pão brioche da Garfa para fazer uns crostinis com patê de fígado de coelho, pejo e nabo assado; deitamos mão às primeiras ervilhas de quebrar e fizemos uma fritada com elas e chouriço, que lembraram a infância e os ovos escalfados com ervilhas que me preparavam às quartas-feiras.

A sopa foi de carapau da nossa costa, com funcho e laranja. Fizemos ainda bochechas de vitela com laranja caramelizada e arroz de grelos.

Terminámos o jantar com doce de laranja, iogurte natural e crumble de cantucci, os famosos biscoitos de amêndoas e... laranja.